MATÉRIAS

 

AS REGRAS

Estudos revelaram que em distâncias maiores que 50 metros a taxa de cruzamento varia de 0,51% a 0,02%. Portanto, muito abaixo da taxa limite exigida pela lei brasileira, que é de 1%, uma vez que a presença de transgênicos acima desse percentual obriga o produto a ser rotulado como transgênico. A CTNBio definiu normas de coexistência mais rigorosas, que exigem isolamento de 100 metros, ou 20 metros contendo 10 fileiras de milho não transgênico, que impedem a dispersão do pólen do milho geneticamente modificado. Aliás, os 20 metros podem ser aproveitados inteiramente para plantio de milho convencional e, assim, servir como refúgio – desde que correspondam a 10% da área total de milho transgênico plantado.  

 

 

Autor: Rogério Mendelski

Postada em: 20/01/2018

 

 

Comentários

 

 

PEDIDOS MUSICAIS

NOME

CIDADE / ESTADO

PEDIDO

TOP 10

 

 

PARCEIROS