NOTÍCIAS

 

CRESCE OPOSIÇÃO A MODELO QUE ALTERA ELEIÇÃO PARLAMENTAR

Aprovado em comissão da reforma política na Câmara, o chamado distritão é criticado por deputados e especialistas 

Aprovado na comissão especial da Câmara que analisa a reforma política, o modelo eleitoral conhecido como distritão enfrentará forte resistência no plenário. Pelo modelo, só seriam eleitos candidatos a deputado e vereador mais votados. Hoje, é possível se eleger com excedente de votos de colegas de partido. Por ser emenda à Constituição, o distritão precisará do apoio de pelo menos 308 dos 513 parlamentares. Já há uma frente suprapartidária, com governo e oposição, contra o modelo. Críticos veem a medida como uma manobra para assegurar a reeleição dos atuais deputados federais. O distritão, que substituiria o formato atual a partir de 2018, é apoiado pela cúpula do Congresso e por líderes de partidos da base. Especialistas em direito eleitoral veem com desconfiança a adoção do modelo. A criação de um fundo público de R$ 3,6 bilhões para financiar campanhas eleitorais no Brasil, também aprovado pela comissão especial da Câmara, foi igualmente criticada. 

 

Fonte: Folha de S. Paulo (Poder A4 e A6)

Postada em: 11/08/2017

 

 

Comentários

 

PEDIDOS MUSICAIS

NOME

CIDADE / ESTADO

PEDIDO

TOP 10

 

 

PARCEIROS